Total de visualizações de página

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

A busca pelo "setup" ideal

Isso é realmente possível?

Vários traders passam horas, semanas, meses e anos aprendendo e testando vários sistemas de trade (setups) em busca do sistema ideal. Isso é realmente possível? Quais as consequências dessa postura?

Um sistema de trade (setup) nada mais é do que um conjunto de regras que essencialmente procuram definir de maneira bem simples as seguintes variáveis: tamanho do lote, regra de compra (start), regra de venda (stop), alvo de lucro (realização). Outras variáveis podem ser usadas, mas um sistema complexo torna os trades mais difíceis e aumenta os riscos de se tomar decisões equivocadas.

A busca e a definição de um sistema pessoal de trade é uma importante etapa que deve ser concluída antes que a primeira operação seja executada. O ponto é que muitas pessoas dedicam anos de suas vidas buscando o sistema ideal, que seja“melhor” que todos os outros e isso é algo que dificilmente será encontrado.

O sistema de trade ideal é aquele que foi definido por você, escrito por você, testado por você, adequado ao seu perfil e aos seus objetivos. A curva de aprendizagem foi criada por você e isso faz toda a diferença. 

É perfeitamente natural,e até certo ponto saudável, que se use regras de outros sistemas criados por profissionais experientes e conhecidos. Mas muitas pessoas preferem usar os sistemas de outros e acabam trocando seu conjunto de regras com uma frequência absurda. Agindo assim, é bem provável que passem o resto de suas vidas testando sistemas.

Antes de procurar e testar vários sistemas, é fundamental que o trader iniciante tenha feito algumas reflexões e, mais importante, tenha tomado algumas decisões que farão uma grande diferença nos futuros resultados gerados na renda variável.

Prazo operacional

Qual é prazo que pretendo adotar? Intradiário, diário, semanal, mensal ...? A resposta depende principalmente do tempo disponível para operar no mercado. Lembre-se que quanto menor o prazo operacional, maior o tempo de dedicação ao mercado. Faça a sua escolha e não mude as regras do jogo.
Trader sistemático ou discricionário

De maneira bastante simples, um trader sistemático é aquele que tem um conjunto de regras muito claras e as executa sem pensar, sem emoção, como se fosse um robô. Aqui não há espaço para decisões diferentes do conjunto de regras.

Por outro lado, um trader discricionário é aquele que, embora tenha as suas regras, analisa cada trade de maneira não sistemática, admitindo decisões variáveis e um pouco fora do seu sistema.
Faça a sua escolha e não mude as regras do jogo.

Retorno ou rompimento

Basicamente existem duas categorias de sistemas de trade (setup): retorno ou rompimento.Um movimento de retorno ou de rompimento depende uma referência: suporte, resistência, linha de tendência de alta, linha de tendência de baixa, médias móveis etc. Para ficar mais claro vamos considerar uma média como referência. Então, temos os sistemas de retorno à média e os sistemas de rompimento da média.

A primeira categoria agrupa aqueles sistemas que procuram dar os sinais de compra ou venda de forma mais rápida. Muitas vezes não se espera a confirmação, pois não há tempo para isso. Podem ser classificados como contra a tendência.

Já na segunda categoria encontram-se os sistemas que indicam os pontos de entrada e saída mais lentamente. Aqui há espaço para se esperar uma confirmação. Podem ser classificados como seguidores de tendência.
Faça a sua escolha e não mude as regras do jogo.

Ferramentas

A Análise Técnica oferece uma gama enorme de ferramentas e é muito que se conheça a maioria. Mas atenção para não ficar estudando em profundidade cada uma deles, porque isso não trará resultados adicionais. Aqui vai uma pequena lista:

  • Médias móveis - simples, exponencial, ponderada, triangular etc
  • Candlesticks - martelo, enforcado, doji, engolfo de alta, estrela cadente etc
  • Figuras - triângulo, flâmula, retângulo, bandeira etc
  • Fibonacci
  • Bandas de bollinger
  • Índice de força relativa (IFR)
  • Estocástico
  • Volume
  • On balance volume


Dá para imaginar quanto tempo deve ser dedicado para se testar com profundidade cada uma dessas ferramentas? Simplifique a sua vida identificando três ferramentas com as quais você se identifica. 

Faça a sua escolha e não mude as regras do jogo.

Agora sim ... iniciando o sistema

Somente após a conclusão dessas reflexões e das suas decisões tomadas, é possível começar a escolher o sistema de trade. Inicialmente recomendo que você escolha dois ou três setups de traders que você admira e gosta de seguir. Estude as regras, faça testes, documente os resultados, escreva suas conclusões, pontos fortes e fracos do setup.

Depois dessa etapa, liste as regras que você mais gostou e tente começar a descrever o seu próprio sistema. Lembre-se sempre de criar algo simples que esteja claro na sua mente e que não mais seja necessário ler o seu sistema justamente porque é fácil. Quando isso acontecer, você precisará de poucos segundos para saber se um ativo atende ou não o seu conjunto de regras. Nesse momento, você estará em condições de aumentar o seu sucesso e a sua carreira como trader.

Finalmente, tente evitar seguir a última “moda” em sistema de trade. Há muita gente competente testando e descrevendo setups e alguns são realmente muito bons. Mas ficar obcecado para entender um setup novo e pedir a opinião de vários analistas ou instrutores não trará resultados adicionais. Pelo contrário, isso apenas fará com que você perca o foco. Dedique-se ao seu conjunto de regras e dê tempo para que a sua curva de aprendizagem seja natural. 

Espero ter ajudado.

Um abraço e bons trades!

Nenhum comentário:

Postar um comentário